Escolha uma Página
Limpeza e Manutenção do Violão

Gostaria de aprender a cuidar do seu violão? No texto abaixo, como fazer a manutenção do violão.  Ajustes básicos para garantir a aparência impecável e uma melhor tocabilidade. Em primeiro lugar, forre com um pano grande e macio a superfície da mesa, para que possa manusear o violão sem arranhar o fundo sobre a superfície. Um apoiador, que apoia o braço e o corpo do instrumento é mais adequado para esse trabalho.

Mantendo o violão afinado e regulado

Panos Novos e Limpos

O mais importante de tudo são flanelas limpas e secas, de preferência novas.  Flanelas usadas agregam grande quantidade de resíduos que, ao serem esfregados no verniz do violão, podem riscá-lo. Nunca use toalhas de papel, elas também riscam o verniz. Poderá usar outro pano 100% algodão novo, na falta de flanelas.

Os vernizes naturais, como a goma laca são mais frágeis. Tenha cuidado especial na limpeza e polimento, se seu violão tiver um acabamento à base desses vernizes. É comum o violão ficar cheio de manchas de gordura das mãos e impressões digitais. Faça movimentos suaves e circulares, imprimindo a mesma pressão, em todo o instrumento.

Como manter o violão regulado e afinado

Para manchas de gordura mais insistentes, você pode usar um pouco de detergente neutro, diluído em água. Molhe sempre o pano, nunca o violão. Dessa maneira, você controla a quantidade de umidade. Muita água na superfície do verniz, pode fazer com que a madeira absorva essa umidade. Isso pode provocar manchas e comprometer a durabilidade da madeira, o verniz e as junções coladas.

Trabalhe com um pano úmido com solução de detergente neutro, água e um pano seco. Aplique o pano novo umedecido com a solução e seque imediatamente a superfície do violão com o pano novo e seco.

Produtos Para Limpeza e Hidratação

Existem inúmeros produtos para limpeza, disponíveis no mercado, especialmente nas lojas de instrumentos musicais. Esses produtos são à base de água, cremosos (esses tem um pouco de abrasivo fino em sua composição), ou oleosos. O óleo mineral é um dos produtos que podem ser usados para limpeza. Essa segunda classe de polidores, que possuem abrasivos, não devem ser usados de forma constante. Eles acabam por tirar o brilho do instrumento.Kit para limpeza e manutenção Dunlop

Limpeza da Escala

A escala do violão costuma ficar muito suja, cheia de cracas nos cantos dos trastes e na escala. Faça uma limpeza passando um Bombril suavemente na escala. Pode usar também uma escova de dentes macia e um pouco de detergente diluído em água. Mas não encharque a escala! Molhe a escova e esfregue suavemente. Seque imediatamente com um pano seco. Repita a operação na outra casa e assim sucessivamente. Isso pode ser feito em escalas naturais, não envernizadas.

Escalas envernizadas devem ser limpas com pano levemente umedecido em um limpador específico para isso (Dunlop ou similar). Em seguida a escala deve ser hidratada com óleo de limão. Cuidado com o excesso de óleo, aplique aos poucos, uma gotinha no pano, de cada vez. Aplique os produtos para limpeza e hidratação sempre no pano, em seguida esfregue o pano no violão. O óleo de limão não deve ser aplicado com muita frequência. Use uma ou duas vezes por ano, dependendo da intensidade de uso do instrumento.

Cuidados Na Troca das Cordas

Veja a maneira certa de colocar cordas em um violão de aço, do tipo que tem os pinos de travamento inseridos em um buraco na ponte. Faça a dobra da corda com o alicate, antes de prendê-la no pino, que é encaixado no buraco feito na ponte. Coloque a bola na extremidade do pino, coloque o pino no buraco e marque a altura que deve fazer a dobra. Nas pontes sem pino, enfie a corda em seu buraco, puxe-a lentamente, em direção à escala. Puxar a corda rápido faz com que ela chicoteie no verniz do instrumento, deixando marcas.
Pinos para violão de aço

Lembre-se que você deve fazer ajustes periódicos no tirante e verificar a escala do seu instrumento. A alteração climática com a mudança das estações fazem com que a madeira trabalhe. Isso pode acarretar uma mudança na ação, que exigirá um ajuste no tirante (também conhecido como tensor).

Coloque as cordas, afine e depois ajuste o tirante. Afine novamente, verifique a altura das cordas e a curvatura da escala. Se for necessário, ajuste novamente, aos poucos, até chegar no ponto certo. Fez tudo certinho e o violão está trastejando ou com ação muito alta? Verifique a necessidade de fazer um nivelamento dos trastes. Confira a uniformidade dos trastes, usando uma régua de aço sobre a escala.

Ajuste do Tirante

Para fazer uma regulagem, é necessário uma chave de tirante (Allen), que normalmente vem com o instrumento. Ajuste a ação das cordas, medindo o ângulo de curvatura do braço do violão. Segure a corda na primeira e na última casa e verifique sua altura, no meio da escala. Se a distância das cordas para o traste estiver muito grande, aperte o tirante para corrigir o ângulo de inclinação da escala. Faça isso de forma suave, um pouquinho de cada vez, verificando sempre as cordas em relação aos trastes.
Manutenção da Escala do Violaõ

A regulagem de fábrica, feita no violão, é um ajuste de acordo com o que o fabricante acha que é adequado para seu modelo. Essa regulagem naturalmente terá que ser refeita se você mudar o calibre ou a tensão das cordas. Pequenos ajustes no tirante fazem parte. Quando você muda o calibre das cordas, o braço altera a sua curvatura, em função da maior ou menor tensão das cordas.

A porca do tirante normalmente está localizada na mão do instrumento (headstock), próximo à pestana. Em alguns modelos essa porca fica no final da escala, próximo à roseta do violão. Importante: o tirante funciona com a tensão das cordas, portanto, não adianta fazer regulagem no instrumento sem cordas ou desafinado.

Ajuste do Rastilho

Os sinais de que o tirante precisa de ajuste são cordas muito altas ou muito baixas. Quando estão muito altas, a ação fica dura, o violão fica difícil de tocar. Quando muito baixas, trastejam em vários lugares. Você troca as cordas e não consegue uma boa regulagem no tirante? Verifique se o seu rastilho está na altura correta. Rastilhos muito baixos podem trastejar e devem ser substituídos ou calçados.

Rastilho de osso para violão

Rastilhos muito altos podem ser desbastados, usando uma lixa. Raspe a parte inferior (a que fica em contato com a madeira da ponte do violão). Exerça a mesma pressão e vá desbastando aos poucos. Coloque no lugar e verifique a medida, raspe mais um pouco se precisar, até achar a altura ideal. Se você desbastar demais o rastilho, terá que substituí-lo, então faça isso aos poucos, sem pressa, até chegar na altura certa.

Caso você quebre o rastilho, durante o processo de desbaste, poderá substituí-lo por outro. Os rastilhos feitos de osso são os melhores. Ajudam na produção de um som mais natural. Você pode ajustar o novo rastilho, fazendo isso aos poucos. Muita pressão dos dedos no rastilho, contra a folha de lixa pode provocar a quebra. Essa ação é feita prendendo a folha de lixa sobre a mesa, e passando o rastilho suavemente sobre ela. Ao atingir a altura ideal, você pode usar uma lixa mais fina, para dar acabamento na peça.

Translate »
error: Não copie, compartilhe !!!

Pin It on Pinterest

Share This