Escolha uma Página

Flores Voadoras

Motivos inspiradores das artes visuais e literárias, as borboletas são parte da classe dos insetos da ordem Lepidoptera e chamadas pelos poetas de flores voadoras. Quando adultas, desenvolvem grandes asas coloridas que proporcionam vôo vibrante e rápido. Continue lendo para saber como cultivar um jardim de borboletas.

Borboletas são polimorfas. Sofrem metamorfose, passando de ovo preso a uma folha para larva que come a folha, depois a lagarta que come muitas folhas, se transforma em pupa (crisálida) que repousa até sair da casca para voar.

Como todos os insetos, elas têm seis pernas articuladas e o corpo dividido em três partes, um par de antenas, olhos compostos, e um exoesqueleto. As três partes do corpo são a cabeça, tórax e abdômen. Seu corpo é coberto por pêlos sensoriais minúsculos. As quatro asas e seis pernas estão ligadas ao tórax que contém os músculos que permitem que asas e pernas se movam.

Jardim de Borboletas

Curiosidades Sobre as Borboletas

As borboletas são excelentes pilotos. A velocidade do vôo varia entre as espécies, sendo que as mais rápidas podem voar a cerca de 50 km por hora. Elas têm dois pares de asas grandes e coloridas, escalas iridescentes em sobreposição de linhas. Lepidopteras são os únicos insetos que têm asas escamosas. As asas se ligam ao tórax. Veias são apoio para as asas delicadas, além de nutri-las com sangue. Elas só podem voar a partir de uma certa temperatura corporal. Para isso se aquecem ao sol. Quando vão envelhecendo, a cor das asas desaparece. Quando lagartas, passam a maior parte do seu tempo comendo folhas. A primeira refeição da lagarta, no entanto, é a sua própria casca.

As borboletas e mariposas só podem absorver alimentos líquidos, usando uma tromba tubular, uma longa e flexível “língua”. Este tromba desenrola para saborear comida, e se enrola de novo em uma espiral quando não está em uso. A maioria vive do néctar das flores. Algumas sorvem o líquido a partir de frutas podres e algumas raras preferem carne e fluídos animais em decomposição.

Habitat

Borboletas são encontradas em todo o mundo e em todos os tipos de ambientes: quentes e frios, secos e úmidos, ao nível do mar e no alto das montanhas. A maioria das espécies são encontradas em regiões tropicais, especialmente nas florestas. O jardim de borboletas pode simular o habitat das flores voadoras.

Borboletas na flor amarela

Migram a fim de evitar condições ambientais adversas (tais como o tempo frio). A migração desses insetos não é bem compreendida. A maioria migra distâncias relativamente curtas. Algumas espécies como as monarcas migram milhares de quilômetros. Existem cerca de 28.000 diferentes espécies de borboletas no mundo.

Fósseis são raros, os primeiros são do período Cretáceo, cerca de 130 milhões de anos atrás. O seu desenvolvimento está intimamente ligado à evolução das plantas com flores, seu alimento. Os adultos são importantes polinizadores de muitas plantas floridas. As plantas de floração também evoluiram durante o período Cretáceo.

Plantando um jardim de borboletas

Plante flores nativas – muitas borboletas e plantas co-evoluíram com o tempo e dependem uns dos outros para a sobrevivência e reprodução. É  particularmente importante instalar plantas com flores nativas locais. As plantas nativas fornecem o néctar ou folhagem de que necessitam como adultos e lagartas.

Lagartas antes de virar borboletas

Borboletas adultas são atraídas para o vermelho, amarelo, laranja, rosa e flores roxas, de topo achatado ou em tubos de flores curtas.

Plante boas fontes de néctar no sol – As principais plantas que fornecerão néctar devem receber pleno sol do meio da manhã ao meio da tarde. Borboletas adultas geralmente se alimentam apenas no sol. Se o sol é limitado em sua paisagem, tente adicionar fontes de néctar na horta.

Floração contínua – Borboletas precisam de néctar ao longo da fase adulta de sua vida útil. Tente plantar de modo que quando uma planta deixa de florescer, outra começa.

Quais Flores Atraem as Borboletas

Entre muitas flores que atraem as borboletas estão a Serralha comum (Syriaca Asclepias) e todas as suas variedades coloridas, Centáurea, Hemerocallis, Malva, Menta, Phlox, Salvia, Crisântemo e Zinnia. Um jardim florido com quaisquer espécies será visitado festivamente pelas flores voadoras, então plante um mix de muitas flores em seu jardim.

Jamais use inseticidas! – Inseticidas normalmente comercializados para matar insetos não devem ser usados no jardim ou em volta dele. Pelo simples fato de que são letais para as borboletas em qualquer das fases da metamorfose.

Borboletas colhendo polem na zinia

Alimente as lagartas da borboleta – Se você não alimentar as lagartas, não haverá adultos. Trazer alimentos para as lagartas em seu jardim pode aumentar significativamente suas chances de atrair borboletas incomuns e pouco frequentes. Outra razão para plantar uma crescente variedade de plantas nativas. Em muitos casos, as lagartas alimentam-se de uma só variedade de plantas. A maioria das lagartas da borboleta não causam danos significativos no jardim ou horta.

Prepare um local para as borboletas descansarem – borboletas precisam de sol para orientação e para aquecer as suas asas para o vôo. Coloque pedras planas em seu jardim para proporcionar espaço para as borboletas descansarem e relaxarem sob o sol.

Dê-lhes um lugar para se banharem – borboletas, muitas vezes se reúnem na areia molhada e lama para extrair minerais de poças úmidas. Coloque areia grossa em uma panela rasa e, em seguida, coloque no solo do seu habitat. Certifique-se de manter a areia úmida.

Borboleta azul no capim

Comunicação Visual

Borboletas adultas são animais altamente visuais, contando com sua visão aguçada para localizar e identificar companheiros adequados, observando e comparando as suas cores e padrões das asas. Muitas borboletas mostram variações em cores e padrões, dependendo da temporada que eles experimentaram como lagartas. As diferenças de cores e padrões (polifenismo) afeta a forma como adultos interagem uns com os outros. Fêmeas são codificadas por cores de acordo com a temporada. Adultos que experimentaram uma estação quente e úmida como lagartas têm padrões visuais como “olhos” nas asas, mais brilhantes e mais numerosos do que as observadas na seca. São altamente visuais, algumas espécies atraem seus companheiros com uma dança de acasalamento ritualizada. Têm visão aguçada, por isso elas podem detectar e responder a pequenas diferenças na pupila que os seres humanos não podem ver.

 

Translate »
error: Não copie, compartilhe !!!

Pin It on Pinterest

Share This