Escolha uma Página

Dicas Sobre Como Construir Com Bambu

Para se construir com bambu, além das ferramentas básicas, duas ferramentas muito úteis, precisam ser fabricadas por um bom serralheiro ou torneiro. Essas ferramentas são as multifacas ou faca radial (foto abaixo) e a tabiqueira. A multifacas ou faca radial pode ser de 4, 6, 8, 12 ou mais lâminas e vai produzir ripas de acordo com a quantidade de lâminas que tiver. A tabiqueira permite a produção de tabiques, que são pregos de bambu, redondos, usados para encaixar uma peça na outra. Em estruturas grandes, o tabique pode ser usado como apoio, mas o ideal é o uso da barra roscada, com parafusos e arruelas, para fixar as peças. Tabiques são muito usados em móveis. Em nosso Curso de Bambu, além da técnica apresentada em textos, infográficos, sliders e vídeos, fornecemos também uma listagem com todas as ferramentas necessárias para construir com bambu.

Ângulos retos podem ser cortados usando uma serra circular ou até um arco de serra. É preciso travar a vara na morsa ou em algum outro lugar. Importante que a vara esteja presa. O bambu é leve e a ferramenta tende a jogar a vara na direção da rotação da serra, o que é perigoso para o operador.

Multifacas para Construir Com Bambu

Segurança

Trabalhe devidamente protegido, com luvas, óculos e máscara para pó. Esse equipamento é chamado de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e pode evitar acidentes graves. Principalmente naqueles que não tem experiência com ferramentas elétricas.

O bambu mais comum por aqui é o Bambusa Vulgaris, esse bambu amarelinho ou amarelo listrado de verde, ou ainda todo verde que vemos em muitos lugares. O Bambusa Vulgaris possui uma concentração maior de água e de amido que outras espécies, o que atrai o Dinoderus Minutus, a broca mais insaciável do bambu.

Mesmo assim, o Bambusa Vulgaris pode ser tratado para uso construtivo. É necessário certos procedimentos como o corte na lua minguante, quando boa parte de seus líquidos estão nos rizomas. Nos meses de nosso inverno (maio, junho, julho e agosto, os meses sem R). Alguns autores ainda sugerem seu corte no inverno, na lua minguante sentada. Lua sentada são as horas em que ela não aparece no céu. Isso pode ser de madrugada, o que dificulta bastante o corte. Muitos bambuseiros ignoram o corte no inverno e cortam em qualquer lua. Fazem o tratamento em tanques com solução circulante de boro e octoborato.

Ripas para Construir Com Bambu

Tratamento

A justificativa para o uso de químicos no tratamento do bambu, dada por alguns, é que é preciso dar uma garantia da estrutura feita para o cliente. A partir do momento em que o bambu vira um negócio, nos deparamos com os procedimentos nas relações comerciais. Descaracterizam o fato de que o bambu é um material natural, renovável e dos mais sustentáveis disponíveis na natureza.

O simples fato de se comprar bambu tratado já é motivo para reflexão. Além do fato do uso dos químicos no tratamento, o preço, que não é barato, e o transporte, especialmente se ele vem de longas distâncias. Resumindo, bambu bom é aquele que você colhe e trata naturalmente dentro da propriedade. No máximo a moita se encontra a uns poucos quilômetros do local da construção.

Encaixes para Construir Com Bambu

Encaixes Básicos

Para construir com bambu são usados encaixes básicos, normalmente feitos com o auxílio do serra copos, acoplado a uma furadeira de boa potência. O mais comum para encaixes das peças é a boca de pescado. Para fazer o corte, basta escolher uma serra copos para ferro da mesma espessura da vara a ser cortada. Introduzir a ferramenta longitudinalmente na vara, segurando firme e com a vara presa, conforme a foto ao lado.

Depois do corte com a serra copos, tire os excessos com a grosa. Faça isso até que a peça se encaixe transversalmente à outra, apoiando ao longo de todo o corte, sem vãos. Esse corte abraça a outra peça, facilitando o apoio. Para encaixes em ângulos mais abertos ou fechados que 45º, o ângulo deve ser marcado para o corte chamado de boca de cayman. O procedimento é o mesmo citado acima para o corte boca de pescado. A diferença é somente ó ângulo em que a serra copos entra na vara. No encaixe boca de cayman, o corte é um pouco mais inclinado que 45º, conforme a necessidade.

Não Compre, Plante

Gostaríamos de incentivar o plantio do bambu. Trinta moitas de Dendrocalamus Giganteous produzem varas para construir uma ecovila inteira. Produz ainda brotos gigantes e deliciosos para alimentação, todos os anos, só para citar duas de suas inúmeras utilidades.

O Bambu Gigante, como é conhecido, se desenvolve muito bem em solos brasileiros. Gosta de umidade, portanto mantenha suas moitas úmidas nos dois primeiros anos, sem encharcar. O rizoma do bambu não pode ficar submerso na água, o que pode provocar o seu apodrecimento.

Translate »

Pin It on Pinterest

Share This